Image by Filip Mroz

Blog

Buscar

Gravidez tardia. Existe idade-limite para engravidar?



As mulheres tomaram as rédeas de suas próprias vidas. Melhorando o seu grau educacional, criando prioridades profissionais, procurando um par ideal para realizar um projeto parental, ou realizando conquistas materiais, não importa, o fato é que estão cada vez mais controlando o seu tempo para se tornar mãe.


Novas gerações, novas respostas

À medida que a expectativa de vida se estendeu e as mulheres começaram a ocupar mais espaço no mercado de trabalho, a idade ideal para engravidar também se adaptou a esses novos paradigmas. Enquanto, antigamente, dizia-se que o ideal era dos 18 aos 25 anos, hoje, do ponto de vista médico, a faixa recomendada é dos 20 aos 32 anos. Antes disso, o aparelho reprodutor não está totalmente desenvolvido e, depois, a mulher se torna menos fértil, pois a partir dos 30 anos a reserva ovariana diminuiu.

Após os 35 anos, quando o pré-natal é feito de forma muito atenciosa e desde o primeiro momento, é perfeitamente possível ter uma gravidez de sucesso. A maior preocupação, no entanto, diz respeito à redução da fertilidade, proporcional à idade da mulher.


Alternativas para a gravidez tardia

Uma das principais formas de conseguir ter uma gravidez tardia sem preocupações é o congelamento dos óvulos. Essa técnica permite que as mulheres possam escolher com mais calma a idade na qual desejam ser mães, e tem diversas vantagens. Caso a mulher decida engravidar aos 45 anos, por exemplo, mas tenha retirado seus óvulos aos 30, sua gravidez será tal qual a de uma pessoa de 30 anos. No entanto, o congelamento é recomendado até os 32 anos.


Cuidados necessários para a gravidez tardia

Caso a mulher decida ser mãe após os 35 anos, determinados cuidados devem ser tomados para atenuar os riscos envolvidos. Entre eles estão:

  • Começar o pré-natal em consultório antes mesmo da concepção do bebê;

  • Fazer todos os exames e avaliações recomendados durante o pré-natal;

  • Tomar ácido fólico alguns meses antes de engravidar para reduzir os riscos, de acordo com a recomendação médica.​

Cada vez mais, há mulheres que encaram o desafio da gravidez após os 40 ou 50 anos com saúde, respeitando todas as orientações médicas. Exemplos, entre famosas e anônimas, não faltam.


Por isso, generalizar uma idade máxima para engravidar é perigoso e injusto. Com os tratamentos necessários e um pré-natal bem assistido, ou seja, feito com responsabilidade por ambas as partes, a maternidade tardia é perfeitamente possível. Caso você tenha o desejo de ser mãe, mas pensa que “já passou do tempo”, procure um bom especialista em reprodução assistida!


Espero que o artigo tenha sido proveitoso.


#GRAVIDEZTARDIA #FERTILIDADEFEMININA #CONGELAMENTODEOVULOS #IDADELIMITEPARAENGRAVIDAR